CAPA-SITE_Prancheta 1 cópia 10.png
ÀS MARGENS: o desaguar das juventudes da poesia.
Cartilha de janeiro de 2022


Para receber o ano de 2022, a ação Comunidade Viva Sem Fome propôs um olhar para o futuro através de produções artísticas das juventudes periféricas, especialmente da poesia marginal da Grande BH. Distribuída junto às cestas básicas, a cartilha Às Margens: o desaguar das juventudes na poesia se debruça sobre a história da literatura marginal, desde a Geração Mimeógrafo até nomes como Carolina Maria de Jesus e Esmeralda Ribeiro. A produção traz, ainda, obras de jovens poetas de Minas Gerais selecionados pela iniciativa De Quebrada Pra Quebrada: Thamara Selva, Bim Oyoko, Leandro Zere, Karine Bassi, Joi Gonçalves e Set-e. A ação é parte da execução do Audioetal, edital simplificado de recebimento de propostas de ações educativas realizado em junho de 2021 junto a iniciativas comunitárias. Um total de 40 mil pessoas foram alcançadas pela ação, na Grande BH e no Vale do Paraopeba.