Guia de acolhimento ao cidadão é tema das ações educativas de setembro

Material leva informações sobre proteção as mulheres, proteção à criança e ao adolescente e sobreo CAD único.


Como resultado da edição de maio de 2021 do Audioetal, os grupos Fórum das Juventudes de BH, Tia Lu e Paróquia Nossa Senhora do Carmo criaram conosco a abordagem do tema desenvolvido em setembro nas ações educativas da ação Comunidade Viva Sem Fome. Funcionou assim: esses três grupos trouxeram para nós as demandas recorrentes identificadas em suas comunidades de atuação e então elaboramos 3 guias de acolhimento - Guia de proteção às mulheres, proteção às crianças e adolescentes e guia sobre o CadÚnico.

Sobre proteção às mulheres, foram abordados os tipos de violência contra as mulheres, as diferentes formas de ajudar e buscar ajuda e também informações sobre a Lei Maria da Penha, que completou 15 anos em 2021.


Imagem: @estudioolharparadentro



Para fazer o download da cartilha completa de proteção às mulheres, clique abaixo.

cartilha-mulheres-apresentacao
.pdf
Download PDF • 38.31MB




No que diz respeito às crianças e adolescentes, o material trouxe informações sobre proteção à infância e adolescência, quais são os tipos de violência e como denunciá-las!


Para fazer o download da cartilha completa de proteção à infância e adolescência, clique abaixo.

cartilha-se-liga-cidadao-apresentacao-
.pdf
Download PDF • 13.13MB




O material elaborado contém também a cartilha “Se Liga, Cidadão!”, com informações sobre o CadÚnico, para que serve, como e onde fazer o cadastro! O CadÚnico é um cadastro que abre a possibilidade das famílias serem beneficiadas por programas governamentais.


Imagem: @estudioolharparadentro

Para fazer o download da cartilha completa sobre o CadÚnico, clique abaixo.

cartilha-cad-unico-apresentacao
.pdf
Download PDF • 8.26MB





*O Audioetal foi um edital em formato de áudio, que teve a sua primeira edição realizada em maio de 2021, onde iniciativas sociais trouxeram os desafios de suas comunidades e propuseram ações para mitigar esses problemas. Além de uma ação local, os grupos apontaram como tratar da temática apresentada em materiais educativos a serem distribuídos junto das 10 mil cestas de alimentos mensais doadas pela ação Comunidade Viva.